À medida que os riscos econômicos diminuem, os riscos políticos aumentam

Este ano tem sido notável em muitos aspectos. O crescimento econômico nos EUA e em partes da Europa excedeu as expectativas. A inflação nos EUA – que vinha acelerando – parece ter retomado a sua tendência descendente. As pressões inflacionistas na Europa diminuíram o suficiente para que alguns bancos centrais iniciassem os seus ciclos de flexibilização. Os mercados acionários refletiram esta evolução favorável. 

Quando as boas notícias não são boas

A economia dos EUA desafiou todas as expectativas no ano passado.  Uma recessão muito esperada em 2023 nunca se concretizou. A economia se acelerou no último trimestre do ano. Até agora, em 2024, a economia parece estar crescendo a um ritmo saudável de 2,5%. O desemprego está em níveis excepcionalmente baixos. O crescimento do emprego tem excedido as expectativas, enquanto as vagas de emprego continuam a exceder o número de pessoas desempregadas. Tudo isso deve ser boa notícia.  

RESULTADOS 2T21: SÃO JUSTIFICADAS AS ALTAS VALORIZAÇÕES DE PATRIMÔNIO??

Desde o desenvolvimento das vacinas Covid, temos uma visão construtiva das ações. Embora as valorizações das ações fossem altas, elas foram justificadas por uma recuperação esperada nos lucros. Com o fim da temporada de ganhos do segundo trimestre, nossas opiniões foram justificadas? Mais importante, a recuperação dos lucros foi suficiente para moderar as altas valorizações?